Notícias Agora é a hora do blueberry da América do Sul

“Estamos entrando no momento de máxima produção no Chile. Como resultado, as cadeias de distribuição dos EUA estão trocando para embalagens maiores”, explica Lauren Del Rosario, da Donio. As ótimas condições meteorológicas do Chile têm estimulado a oferta. “Em 1o de Janeiro, vão começar a chegar os volumes, o que permitirá que o varejo comece as promoções”, afirma Del Rosario.

Peru engrena períodos de transição

Chile é o principal fornecedor de blueberries para América do Norte nesta época do ano, com uma janela de fornecimento que vai de meados de novembro até meados de março. “Chile é o piloto do momento, ajudado com a oferta peruana”, assinala Del Rosario. “Peru tem um programa de outono forte, mas se concentra, principalmente, na transição das regiões produtoras do hemisfério norte para o sul, período que é conhecido por ter um mercado escasso”. Chile envia, primordialmente, seus blueberries por mar, enquanto que Peru confia na opção de envio aéreo. Peru exporta blueberries por ar quando os preços FOB estão no nível de justificar o preço do voo.

Blueberries ainda não são um produto básico

A produção de blueberries vem crescendo rapidamente, mas Del Rosario não prevê que este desenvolvimento provoque problemas na demanda “Os blueberries ainda não são um produto básico com o morango e creio que a demanda de consumo será capaz de seguir o ritmo”, opina. “Ainda há lugares no mundo que não têm acesso aos blueberries”. No mercado interno, o volume de consumo de blueberries ainda está aumentando, mas Del Rosario vê grandes oportunidades de crescimento dentro da categoria de produto processado pois a fruta está sendo vinculada como um super alimento. “A previsão é que as categorias de sucos, congelados e desidratados continuem crescendo”.

Fonte: Fresh Plaza


Categoria:

Internacional

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.