Notícias Argentina: autorizado quatro fungicidas para o blueberry

A Associação de Produtores de Arándanos da Mesopotâmia Argentina (APAMA) anunciou hoje que, após mais de um ano de intensas negociações, o Serviço Nacional de Sanidade (SENASA), autorizou o uso de vários tipos de fungicidas na produção de blueberries.

Entre os produtos agora liberados, há dois que são os únicos permitidos pela China para receber a importação desta fruta: Captan e Fehexamid. Além de ter liberado o clorotalonil e a Iprodiona.

Para o presidente da APAMA, Alejandro Pannunzio, se trata da “maior conquista do setor nos últimos anos, porque não só expande as ferramentas para uma melhor gestão da saúde das plantações, mas também resulta em economia de custo de produção para o setor que será aproximadamente de um milhão e meio de dólares”, explicou.

A autorização do SENASA já está em vigor e é válida até 31 de março de 2019, quando deve ser renovada. “Estamos concluindo os estudos para a liberação definitiva”, explicou ele.

Segundo os produtores, a economia no custo de produção deve-se ao fato de que agora o setor pode aplicar outros fungicidas com custo bem menor. A respeito, Pannunzio disse que “o importante na boa gestão agrícola é a maior rotatividade de produtos, o que reduz a possibilidade de gerar resistências e alcançar melhores resultados com doses menores. Antes podíamos aplicar menos produtos que, ironicamente eram mais caros, mas agora com esse novo regulamento podemos fazer isso”.

A medida do SENASA tem um impacto positivo de grande magnitude para a região, pois reduz os custos de produção e aumenta a saúde da planta, melhorando a competitividade regional e produção de blueberry em todo o país. “Celebramos ter alcançado progressos neste trabalho em conjunto entre a APAMA e a agência nacional”, concluiu o produtor.

Finalmente, sobre a atual safra que começa, Pannunzio disse que “estamos com muitas expectativas de gerar mais valor de exportação, mais empregos. Esperamos continuar alcançando as condições para que a produção local possa se expandir nos próximos anos”.

Fonte: Fresh Plaza / clarin.com


Categorias:

Argentina | Internacional

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.