Notícias Argentina: recorde na exportação de blueberries

“Conseguimos um recorde histórico na exportação de blueberries, graças as obras executadas pelo país no aeroporto de Tucumán”, afirmou o Ministério do Transporte hoje através de um comunicado.

“Tucumán exportou um total de 5.411 toneladas de blueberries nesta temporada. Esse total ultrapassou o recorde histórico alcançado em 2014, quando atingiu 4.300 toneladas, e está 60% maior do que foi exportado em 2015. O aumento nas exportações foi devido ao trabalho feito pelo Ministério do Transporte da União e a coordenação logística de todos os envolvidos”, disse a nota oficial.

“Faz 9 anos que os produtores vem pedindo essas obras e eles sempre sonharam exportar mais de 5.000 tons. Em 6 meses, pudemos diagnosticar o problema e coordenar ações, não só para começar e terminar a primeira grande obra do Plano Belgrano em tempo, mas também unir esforços para melhorar a logística”, explicou o Ministro Guillermo Dietrich.

“O resultado foi os melhores números na história de exportação de blueberries em Tucumán. Isso é o que nosso país precisa: infraestrutura e pessoas trabalhando juntas, encontrando novas maneiras e melhorando as coisas que estão sendo feitas erradas, conseguindo melhorar todos os dias para aumentar nossa capacidade e gerar mais oportunidades para nossa economia regional, que, em troca, vai aumentar nossa produtividade, gerar mais trabalho e nos permitir colocar mais produtos em todo o mundo”, disse o Ministro.

Em 23 de Maio, produtores, autoridades das províncias, agências nacionais, companhias aéreas e empresas de logística e carga começaram a se reunir no terminal do aeroporto para discutir investimentos que a Nação estava executando para expandir a capacidade de exportação do aeroporto de Tucumán.

“Seis meses depois da primeira reunião, este grupo se reuniu novamente para analisar os resultados da campanha, que conseguiu níveis recordes em volume de carga e número de voos”, afirmou o Ministro.

A nova plataforma de exportação de 7.790 metros quadrados precisou de um investimento de $ 93 milhões.

Essa nova infraestrutura permite uma operação irrestrita 24 horas com 78 voos comerciais e sanitários, simultaneamente.

70% dos mais de 5.000 tons exportados foram enviados durante o dia, algo que não poderia ser feito na plataforma antiga.

Esse trabalho incluiu melhoramento nas ruas que ligam à plataforma com o setor de carga onde a fruta é estocada. Adicionalmente, a Intercargo, empresa estatal, adquiriu mais e melhores equipamentos para a operação.

No geral, esta capacidade operacional diminuiu o tempo de carga e descarga, passando de 3 horas para 1 hora e 20 minutos.

Paralelamente, as autoridades conduziram um plano de ação para minimizar as possibilidades de insetos na área de carga, para o cuidado com o produto.

Foram ações coordenadas entre a alfândega, SENASA (Serviço Nacional de Segurança e Qualidade Agroalimentar, da Argentina) e APHIS/USDA (Serviço de Inspeção Sanitária e Fitossanitária de plantas e aninais dos EUA).

Os EUA também entraram nessa ação pois é o país que recebe 80% da carga exportada por Tucumán. Os outros 20% são direcionadas para Europa. Londres recebeu a primeira carga aérea com blueberries de Tucumán.

O Ministro espera ter capacidade instalada para exportar 8.000 tons, se tiver 4 voos diários todo o mês.

“É um objetivo ambicioso, mas aqui estamos novamente, procurando oportunidades para melhorar. Todo o setor tem diferentes perspectivas e áreas que precisam de melhorias. Todos nós temos os mesmos objetivos: ajudar a Argentina a crescer e demostrar que isso pode ser feito”, disse Dietrich.

No próximo ano, as autoridades vão investir outros $ 1.300 milhões no aeroporto “Tenente Geral Benjamin Matienzo”, para reconstrução da pista, melhorar a segurança das operações aéreas e também está previsto uma renovação integral no terminal de passageiros e a ampliação do estacionamento para melhorar a experiência dos passageiros.

Fonte: telam.com.ar


Categoria:

Internacional

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.