Notícias Chile: blueberries contarão com um ferramenta única na exportação

De acordo com a SeaLand, uma empresa dedicada exclusivamente ao transporte marítimo no mercado Intra-Américas, os exportadores poderão contar a partir deste ano com uma ferramenta nova e única, particularmente útil para as exportações de blueberries.

A ferramenta, denominada Gerenciamento de Controle Remoto RCM, está integrada no container refrigerado e permite monitorar a carga desde sua origem até o destino final, fornecendo informações sobre as condições atmosféricas do container, o status do fornecimento de energia e sua localização geográfica online e em tempo real.

“Estamos dando um passo importante no fornecimento de um novo nível de visibilidade no processo logístico, oferecendo aos nossos clientes ferramentas inovadoras e tecnologicamente superiores que permitem aos exportadores manter a qualidade de seus produtos e evitar situações inesperadas para seus clientes”, afirmou Ignacio Urzua, gerente comercial da SeaLand.

O RCM notifica automaticamente o proprietário da carga se houver um mau funcionamento ou falta de correspondência nos níveis de gás ou temperatura dos contêineres, o que lhes dará a oportunidade de corrigir, tomar medidas preventivas ou notificar os receptores da fruta sobre seu estado.

De acordo com as estimativas do Comitê Chileno de blueberries, os EUA exigirão um maior volume desta fruta nesta temporada, pois concentra 80% do volume total de exportação.

Esses tipos de ferramentas servirão para aumentar o período de conservação do produto, entre outras coisas. Os blueberries devem ser transportados em depósitos refrigerados com tecnologia de atmosfera controlada, o que permite reduzir a quantidade de oxigênio a que estão expostas e diminuir a frequência respiratória, atrasando assim a maturação em até 40 dias.

Fonte: Fresh Plaza


Categoria:

Internacional

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.