Notícias Chile: cresce a produção e exportação de blueberries em Los Lagos

As últimas duas semanas de janeiro serão as mais intensas em termos de colheita e exportação de blueberries. Razão pela qual o diretor regional da SAG (Servício Agrícola y Ganadero – Ministério da Agricultura do Chile), Andrés Duval, visitou a planta da Hortifrut de Río Negro, verificando a colheita da fruta em campo e o processo no interior da planta, onde existe uma equipe de inspeção sanitária do SAG para verificar que o exportado cumpra com os requisitos que impõem os países de destino.

Segundo explicou Duval, na província de Osorno existem 8 estabelecimentos que exportam blueberries frescos que, juntos, enviam cerca de 3.000 toneladas a cada temporada, principalmente a Europa, Ásia e EUA. “Este produto é embalado em caixas, e exportam próximo de 900.000 caixas de blueberries a cada temporada”, ele disse.

Giovanna Soto, gerente da planta da Hortifrut de Rio Negro, recebeu o diretor regional da SAG e falou em detalhes sobre o processo da fruta na planta, que recebe em média de 2 milhões de kilos de blueberries em cada temporada.

Soto disse que, comparado com outros anos, a colheita de blueberry começou duas semanas antes devido a fatores climáticos favoráveis na primavera. Ela também disse que eles estimam que a colheita terminaria duas semanas mais cedo que o usual, no final de Fevereiro. “Temos mais fruta no pomar nesta temporada. Entretanto, devido as forte chuvas em Janeiro, houve mais frutas rejeitadas devido a qualidade. A fruta descartada é vendida como produto IQF, isto é, não como fruta fresca, mas congelada ou concentrada”, disse Soto.

“Apesar do fator clima, nós esperamos ter mais volume de produção nesta temporada. Ano passado, processamos 2 milhões de kilos e este ano queremos alcançar 2.2 milhões kilos”, afirmou Soto.

“Nós processamos fruta de campos associados a Hortifrut, das regiões de Los Rios e Los Lagos, assim como de produtores não-membros. Todos juntos, adicionam um volume nunca antes mencionado”, disse Soto.

A profissional disse que a região foi localizada em uma área livre da traça da uva (Lobesia botrana), por isso estão enviando tanta fruta para os EUA.

“As variedades premium estão sendo enviadas para uma planta em Los Angeles para serem processadas e depois são enviadas para Ásia e Europa. Os mercados de maior demanda são os asiáticos”, ela disse.

Os blueberries são primordialmente consumidos frescos, mas também são usados em sucos, smoothies, molhos e como ingredientes em sobremesas.

O Chile é o segundo maior produtor de blueberries no mundo e o maior na América do Sul. Produzem cerca de 80.000 toneladas por ano e fornecem para os EUA, Europa e Ásia na contra safra.

“A região de Los Lagos tem perto de 1.000 hectares de pomar de blueberries, distribuídos principalmente na província de Osorno. É um categoria emergente que tem tido um impacto positivo na economia local”, afirmou o diretor regional da SAG.

Fonte: Fresh Plaza/ Communications SAG Los Lagos


Categoria:

Internacional

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.