Notícias Chile: exportações na semana 5

As exportações da semana 4 atingiram 8.124 toneladas, somando 85.738 toneladas acumuladas na temporada, o que representa 6% mais que a temporada anterior na mesma semana, e também 3% sobre o estimado inicial, mais que compensando o efeito dos granizos de dezembro. Considerando que a temporada se encontra na fase final, e que as saídas dessa semana (5) e a da próxima (6) seguirão com volumes importantes, sobre as 7.000 toneladas semanais, existe uma alta probabilidade que se chegue as 110 mil toneladas alcançadas na temporada passada.

Entre os fatores para um maior volume observado nas exportações de fresco, está principalmente o bom clima observado no desenvolvimento e maturação do fruto; já que na primavera teve o evento de granizo que fez prever uma diminuição de 5% da produção. Entretanto, o fim da primavera e o verão com boas temperaturas e só uma chuva na segunda semana de janeiro, geraram condições ótimas de crescimento da fruta e os maiores calibres observados foram compensados com a caída prevista pós-granizo.

Inicialmente haviam previsto um incremento no desvio da fruta para a indústria de congelados devido ao pouco estoque desse formato nos EUA, porém não foi o que ocorreu. As condições climáticas permitiram mais frutas para o setor de frescos, resultando em altos volumes exportados até a data.

As exportações totais estão estimadas que alcancem as 110 mil toneladas de fresco, com volumes superiores ao estimado inicialmente para o último terço da temporada.

Com relação as exportações orgânicas, seguem no seu pico. Na semana 4 foram exportadas 1.815 toneladas, acumulando até a data 9.027 toneladas, 54% mais que no ano anterior. A América do Norte se mantém na liderança, com 78% dos envios acumulados e a Europa com 21% de participação.

Fonte: Fresh Plaza / Chilean Blueberry Commitee


Categoria:

Diversos

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.