Notícias Chile: inicio das semanas de pico das exportações

A indústria de blueberry chilena se prepara para dar inicio aos maiores envios da campanha 2018-2019.

Segundo análises, o início da temporada tem sido boa, apesar de não estar isenta de desafios.

“Levamos cerca de 9% mais de volume exportado comparado com a temporada passada, e estamos começando esta semana com o período de pico, o que significa que nossa exportações de blueberries vão superar as 7 mil toneladas semanalmente. Temos mais fruta nessa temporada que na campanha passada, além de termos mais fruta do que outros países fornecedores. Tudo isso junto deu início a uma temporada que podemos qualificar como razoavelmente boa, salvo algumas semanas em que esteve um pouco mais complicado devido a maior oferta pontual nos mercados de destino, e alguns efeitos derivados do granizo e também o clima atrasou um pouco a maturação e colheita da fruta”, precisou Andrés Armstrong, Diretor Executivos do Comitê de Blueberries do Chile-ASOEX.

Com relação a paralização no Porto de Valparaíso, Armstrong indicou que por enquanto não representa um problema grave para o setor. “O que acontece é que as exportações estão derivando a outros portos, mas claro ainda não entramos nas semanas de pico, assim teremos que analisar o que irá acontecer neste período”, destacou.

Armstrong também pontuou que nesta temporada tem diminuído os envios aéreos, já que vem apresentando poucas oportunidades devido a uma maior oferta de outros países. “Na medida que há mais oferta no início da temporada chilena, como já temos visto nas últimas campanhas, os envios aéreos no início da nossa campanha vão diminuindo”, afirmou o representante do Comitê.

De acordo com o Crop Report do Comitê, os volumes de exportação começaram a ativar durante a semana 48, alcançando 4.969 toneladas. Isso porque a zona centro-sul já entrou em ritmo de colheita firme com as variedades precoces e estão iniciando as de média estação, o que se soma as regiões do norte e centro-norte que já se encontram no pico da temporada.

O acumulado até a data do último relatório já soma 10.400 toneladas, mais de 10% de avanço com relação ao estimado, e 9% mais que a temporada passada, na mesma data.

Do ponto de vista dos mercados, os volumes enviados na semana 48, a América do Norte se posiciona como o principal destino com 63% do total enviado, seguido da Europa (21%) e Extremo Oriente (15%).

“Esta temporada, como na passada, estamos vendo um maior dinamismo nas exportações a Europa, dado o crescimento de consumo de blueberries de alguns países desse continente, como é o caso da Suécia, França, Polônia, Itália e Espanha, só para mencionar alguns. Durante as temporadas passadas realizamos campanhas de promoção nesses mercado, e este ano temos definido uma primeira campanha promocional no mercado polonês. Na China, estamos vendo como se comporta o mercado, pois tem tido menos fruta do Peru”, assinalou o Diretor Executivo.

Finalmente, no caso dos blueberries orgânicos, os envios seguem com volumes mais altos que a temporada passada, somando um total de 1.717 toneladas exportadas na semana 48, mostrando um incremento de 50% em relação ao ano passada na mesma semana.

Fonte: SimFRUIT


Categorias:

Chile | Produção

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.