Notícias Estudo mostra os benefícios do blueberry na saúde oral

Um novo estudo foi adicionado a base de pesquisas sobre potenciais propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias dos blueberries, com os cientistas acreditando que a superfruta pode desempenhar um papel na saúde bucal.

Antioxidantes poderosos nos blueberries highbush chamados de proantocianidinas (PACs) tiveram um efeito benéfico contra um tipo de bactéria que está associada a uma forma agressiva de doença da gengiva (periodontal), segundo pesquisadores da Laval University na província canadense de Quebec.

O estudo foi publicado no BMC da Medicina Complementar e Alternativa.

De acordo com os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC), baseados nos Estados Unidos, as doenças periodontais são principalmente o resultado de infecções e inflamações das gengivas e ossos que cercam e apoiam os dentes. Eles são causados por bactérias na boca que infectam o tecido que envolve o dente, e levam à inflamação.

Aproximadamente 47% dos adultos nos Estados Unidos com idade igual ou superior a 30 anos possuem alguma patologia periodontal, enquanto que para aqueles com idade igual ou superior a 65 anos, atinge 70%.

Os pesquisadores isolaram as PACs dos blueberries highbush congelados, após análises, conhecido como ensaio de diluição de microplacas, para determinar o efeito dos compostos de plantas dos blueberries highbush no crescimento da bactéria.

Os resultados mostraram que as PACs em concentrações de 500 a 3,9 ug / ml reduziram a formação de bactérias de maneira significativa e em função das doses.

Os pesquisadores também observaram que a atividade antibacteriana das PACs pareceu infligir as membranas celulares das bactérias.

Além disso, os antioxidantes dos blueberries demonstraram proteger os macrófagos orais – glóbulos brancos que são cruciais para o sistema imunológico. As PACs também bloquearam a via molecular envolvida na inflamação – um fator com grande incidência de doenças nas gengivas.

Os pesquisadores dizem que as propriedades benéficas das PACs de blueberries identificados neste estudo devem abrir a porta para futuros ensaios clínicos sobre seu potencial bioativos para prevenção e/ou tratamento de doenças periodontais.

“Esses estudos devem avaliar o impacto do consumo de blueberries (frutas, suco, extrato) na gravidade e progressão da doença periodontal”, disseram.

“Uma vez que os blueberries highbush contêm entre 129-230 mg de PACs por 100 g (alimento fresco), acredita-se que as concentrações efetivas poderiam ser alcançadas na cavidade oral.

“Além disso, os estudos sobre os benefícios fornecidos pelo uso de produtos de higiene bucal (bochechos e gomas de mascar) ou aparelhos periodontais (para ser inserido no local de infecção) contendo as PACs bioativas também são de grande interesse”.

Este trabalho foi financiado pelo US Highbush Blueberry Council.

Fonte: International Blueberry Organization


Categorias:

Estudo | Saúde

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.