Notícias EUA: Produtores se preparam para os primeiros embarques no Vietnã

As notícias de que o Vietnã abriu suas portas para a importação de blueberries dos EUA foram bem-vindas pelos produtores em todo o país. Os fornecedores estão muito otimistas com esse novo desenvolvimento e estão ansiosos para embarcar as primeiras berries nesse país.

Jeff Malensky, da Oregon Berry Packing disse que isso é uma boa notícia não só para os produtores de blueberries mas também para os exportadores. “Isso é definitivamente um benefício para qualquer um nos EUA que esteja plantando blueberries, incluindo produtores, embaladores, e exportadores”, disse.

Os blueberries já estão bem estabelecidos na Ásia

Um aspecto que está ajudando os exportadores no Vietnã é a presença já estabelecida dos blueberries na Ásia. Os fornecedores dizem que o mercado é bem receptivo à fruta devido aos seus benefícios à saúde. “Os blueberries são um produto positivo e são bem recebidos em qualquer mercado que vão”, Malensky afirmou.

“Está havendo muito trabalho por trás das cenas pelo U.S. Highbush Blueberry Council, Oregon Blueberry Commission e outros para conseguir isso. Estamos muito otimistas e ansiosos por isso”.

Promoção é a chave do sucesso

A North Bay Produce, uma cooperativa de Michigan, disse que também está otimista com a notícia.

“Estamos muito felizes com isso e há muitas oportunidades para os produtores na costa leste também. Michigan, Geórgia, as Carolinas, bem como a Flórida, que deve começar a ter um pouco da fruta já na próxima semana”, disse Eric Olshove, da North Bay Produce.

Porém, ele alertou que ainda há muito trabalho a ser feito, sendo as promoções um importante fator. “As berries são adoradas no mercado asiático por seus benefícios a saúde e sabor. O Vietnã provavelmente será similar a China quando abriu o mercado. Não será necessariamente um sucesso da noite para o dia e levará tempo para educar o consumidor sobre os benefícios da fruta. Também precisamos aprender que penetração de mercado o blueberry já tem no Vietnã e quanto, se algum, eles recebem de outras regiões como Nova Zelândia e até mesmo da China”.

Fonte: Fresh Plaza


Categorias:

Estados Unidos | Novidades

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.