Contagem regressiva para o Centenário!

The Berry Latest - Edição Jan/Fev 2015

Edição JAN/2015 — FEV/2015


Tom PayneSabe qual é a pergunta que mais recebi nesses meus 25 anos de serviço com os blueberries? “O que é o blueberry highbush?”

Os blueberries highbush – Vaccinium corymbosum e Vaccinium ashei são as duas da poucas frutas americanas nativas. Os nativos eram muito familiarizados com a fruta selvagem. Em 1912, Elizabeth White, uma fazendeira de Nova Jersey, se juntou com o pesquisador do USDA chamado Frederick Coville para cultivarem o blueberry selvagem highbush. A colaboração em Whitesbog, NJ resultou na primeira colheita de blueberry highbush, indo ao mercado em 1916!

Estamos contando os dias para o nosso centenário e celebração do highbush!

Tom Payne, Consultor USHBC

O Sonho de Elizabeth White!

Elizabeth Coleman White foi uma fazendeira em Nova Jersey no início dos anos de 1900. Seu principal negócio eram os cranberries nos arredores de Whitesbog, no Sudoeste de Nova Jersey. Aqueles eram tempos onde não era comum mulheres no comando de uma fazenda. Foi uma operação grande, onde ela empregou mão de obra em larga escala, feito impressionante para a época. Visite Whitesbog hoje e você poderá percorrer o caminho da história do blueberry. O passeio se inicia na casa original de Elizabeth White. Conforme você segue para o sul, em direção ao pantanal onde Elizabeth trabalhou todos os dias, você vai ver as mesmas árvores com blueberry highbush selvagem! Desde sempre, Elizabeth acreditou que aquilo poderia se tornar uma safra comercial como as outras culturas. Assim, sua colaboração com Frederik Coville começou, e logo eles testaram o blueberry highbush selvagem em condições de exploração comercial. Eles estudaram o solo e demais fatores que influenciavam na saúde da planta. (Eu tenho uma cópia original da Revista National Geographic de 1912 onde se discutia os primeiros experimentos). Elizabeth contratou caçadores que trouxeram plantas highbush da floresta com características desejadas. Isso significava, berries grandes com casca firme e sabor adocicado, as mesmas características que encontramos hoje!

Elizabeth_Coleman_WhiteLevou vários anos, mas Elizabeth e Frederick conseguiram. A safra comercial foi um grande acontecimento nas cidades vizinhas, como Newark, Nova York, Filadélfia, e Trenton. Hoje, o legado de Elizabeth é o desenvolvimento da nossa indústria de blueberry highbush em 32 Estados, 2 províncias do Canadá e em todo o mundo.

Visite Whitesbog este ano e celebre o Centenário! Graças a nossa matriarca, somos uma indústria com produção de bilhões de libras, e isso é só o começo.

Obrigado Sra. White e Sr. Coville!


Parabéns Blueberry Highbush!

postcard

O cartão postal acima foi produzido pela Padilla CRT, agência de publicidade do USHBC nos EUA, e tem o seguinte significado:

B = Mostra a herança do blueberry do Americano Nativo. Nos lembra que os primeiros norte-americanos estavam bem familiarizados dos benefícios para a saúde dessa “fruta-estrela” mágica. Eles secavam os blueberries e prescreviam o consumo para saúde e bem estar.

L = Mostra a colaboração da Elizabeth White e do Frederick Coville. Muitos tentaram cultivar esta berry no passado, e eles juntos desvendaram o código. Ironicamente, o local original onde era o laboratório de Coville é onde hoje é o Pentágono das Forças Armadas dos EUA. A colaboração dos produtores de blueberries dos EUA e o USDA (Departamento de Agricultura dos EUA) permanece forte e é a base da Associação USHBC, que é um centro de pesquisa e promoção do USDA.

U = Mostra a primeira colheita comercial. Isso foi um grande desenvolvimento para a agricultura nos EUA e alguns dos descendentes da Elizabeth ainda estão no negócio.

E = Mostra a escala do negócio de blueberries, que foi de pequenos negócios locais até processamento e colheita mecânicos, além de outros processamentos como congelamento e desidratação.

B = Mostra a descoberta dos benefícios para a saúde do blueberry que lançou a indústria nos anos 1980. O USHBC foi criado em 2000 e tem validado esses benefícios e descobrindo novos!

E = Mostra o grande salto da produção Norte-Americana na virada do século (2000). Nós quadruplicamos a produção em somente duas décadas, a fim de mantermos a demanda presente e futura.

R = Mostra a posição do “little blue dynamo” que foi desenvolvido pelo USHBC para destilar tudo de bom sobre os blueberries!

R = Mostra o boom no uso do blueberries no setor de food service e indústria, incluindo, congelados, seco, líquido e outros. Mais de mil produtos contendo blueberries são desenvolvidos nos EUA a cada ano.

I = É uma saudação aos nossos novos clientes. O consumo per capita de blueberries duplicou nos últimos anos, e vem atraindo mais e mais clientes, especialmente os mais jovens que estão descobrindo os blueberries.

E = Saúda o uso da inovação com os blueberries em mais e mais formas. Hoje, os smoothies estão em alta, e a cada ano novas categorias usando o blueberry estão fazendo sucesso, incluindo pet food, cosméticos naturais, e o que mais estiver por vir.

S = Mostra o uso do blueberry nos mercados externos. Os blueberries dos EUA são exportados em todos dos formatos para mais de 75 países. Ano passado foram mais de 77 milhões de lb.

A Elizabeth ficaria orgulhosa!


Blueberries Highbush

Respondendo a pergunta lá de cima…

Na América do Norte, há 3 principais variedades comerciais de blueberries:

Vaccinium corymbosum ou Blueberries highbush do Norte. Também conhecido como “blueberry cultivado”. Produzido a partir do selvagem e graças ao Coville e White, esses berries grandes e bonitos são cultivados e estão disponíveis nos Hemisférios Norte e Sul.

Vaccinium ashei. Esse é o blueberry do Sul, vindos da Georgia, Florida, Alabama e outros Estados. Eles possuem um cálice distinto que se assemelha com o olho de um coelho, por isso, frequentemente é chamado de blueberry “rabbiteye”. Este tipo pode crescer em climas mais amenos e possuem características desejáveis que são apreciados pelo experts em blueberry.

Vaccinium angustifolium. Esse é o blueberry lowbush que é cultivado no nordeste, incluindo Maine, Quebec e outra províncias do Leste. Este blueberry é comercialmente conhecido com “selvagem” e é normalmente menor comparado com o highbush.

Nossa filosofia: Todos os blueberries são perfeitos!

whitesbog

Se estiver em Nova York ou Filadélfia, não deixe de visitar Whitesbog. Será um dia bem interessante!

Com o centenário chegando, os fãs de blueberries de todo o mundo estão planejando sua viagem para o “Garden State” em 2016!

Confira mais em: www.whitesbog.org

Blueberries selvagens

Em todo o mundo há centenas de espécies do Vacinnium, que são parte da família dos blueberries. Na Europa, o blueberry selvagem é chamado de Vaccinnium myrtillus ou “billberry”. Nas regiões distantes do norte, há muitos blueberries selvagens, incluindo o Vaccinnium uliginosum.

Há ainda uma espécie de blueberries, o Vaccinnium reticulatum, que é vermelho e cresce selvagem nas encostas de Mauna Kea no Havaí.


2016 © USHBC
Todos os direitos reservados
USHBC – U.S. Highbush Blueberry Council

Produzido por Tom J. Payne – tpayne@blueberrytech.org / Traduzido por Katia Miura – kmiura@blueberrytech.org