Notícias Nova aliança comercial na indústria de blueberries promete causar um impacto social único

Uma nova joint venture de cunho social está sendo lançada por empresas nos EUA e na Argentina, com o objetivo de vender os primeiros blueberries do Hemisfério Sul sob o rótulo Thx! no final deste ano.

O programa está sendo desenvolvido pelas empresas Breakthrough Solutions e Fudi Food, da Flórida, e pela Arandeira, empresa argentina de blueberry.

Raul Fernandez da Breakthrough Solutions disse que o programa teria um “impacto social único”, e através da marca os compradores poderiam se conectar muito mais diretamente com os trabalhadores rurais, sabendo que uma parte dos lucros será direcionada às comunidades onde a fruta é cultivada.

O plano é encontrar parceiros para trabalhar em outras regiões de cultivo após a temporada na Argentina, começando com outros países da América do Sul e depois indo para a América do Norte.

A Breakthrough Solutions é uma empresa de consultoria que desempenhou um papel importante ajudando a desenvolver o programa de responsabilidade social da multinacional peruana Camposol, disse Fernandez, enquanto a Fudi Foods é uma importadora e prestadora de serviços logísticos fundada por Martin Casanova da Argentina.

Depois que os dois se conheceram, perceberam que compartilhavam o desejo de criar algo com impacto social.

“Começamos a criar um negócio de forma a permitir que os compradores se conectassem com os trabalhadores rurais que produziam seus alimentos”, disse Fernandez ao Fresh Fruit Portal.

Em seguida, ele chegou a Ricardo Schatz, dono da Arandeira, de Concordia, que imediatamente aderiu ao programa.

“Foi realmente uma combinação perfeita. Ricardo já está bem conectado com organizações que têm um impacto social. Não damos dinheiro diretamente, mas pagamos pelo que as pessoas precisam, como consertar o telhado da casa deles”, disse Fernandez.

“É muito empolgante, e a recepção que estamos recebendo do comércio quando começamos a falar um pouco sobre isso tem sido ótima”.

Ele explicou que a marca de frutas Thx! não viria acompanhada de preço alto, acrescentando que o objetivo era trabalhar diretamente com os varejistas, a fim de pular os intermediários e economizar custos.

O programa só funcionaria com os produtores certificados pela GlobalG.A.P que já pagam salários justos e estão alinhados com seus valores, disse Fernandez.

A embalagem do produto também contaria com um código QSR em que os consumidores poderiam escanear para se conectar com a pessoa que eles estão ajudando com a compra do produto, além de aprender sobre a história da família, acrescentou.

“Nosso objetivo é impactar as pessoas comuns, e esse impacto provavelmente será traduzido em maior lealdade e dedicação, e as pessoas sentem que seu trabalho é reconhecido no outro lado da cadeia de fornecimento”, disse ele.

Ele acrescentou que o programa é “extremamente portátil” e, assim que receber feedback positivo do consumidor, ele poderá passar para países como Chile, Peru e EUA.

“Neste ponto, ainda estamos conversando com varejistas, e eles estão, obviamente, reagindo de forma muito positiva a ela. A maioria dos varejistas vem comprando há muitos anos, então para um programa inicial como esse eles têm que ver como podem incorporá-lo em seu programa”, acrescentou.

Se isso for bem sucedido, ele disse que o programa pode se expandir mais tarde e abranger outras frutas da categoria berry e outras áreas da indústria de produtos.

Fonte: Fresh Fruit Portal


Categorias:

Internacional | Novidades

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.