Notícias Pesquisa revela aumento no consumo das “Super frutas”

Segundo a ferramenta GNPD (Banco Global de Dados de Novos Produto) da Mintel, agência mundial de inteligência de mercado, entre 2011 e 2015 houve crescimento de 202% no consumo de novos produtos alimentares e bebidas lançados contendo os termos “superfood“, “superfruit” ou “supergrain” em nível mundial. Apenas no último ano, o consumo destes alimentos cresceu 36%, sendo os Estados Unidos o país com o maior número de lançamentos de alimentos e bebidas (30%), seguidos pela Austrália (10%), Alemanha (7%), Reino Unido (6%) e Canadá (6%).

O consumo por produtos altamente nutritivos vem aumentando a cada ano. Hoje, mais de sete em cada 10 consumidores na França (72%), Alemanha (71%), Itália (73%) e Espanha (72%) concorda que os benefícios de alimentos naturais, por exemplo de frutas e legumes, estimulam a saúde, e eles são preferíveis aos benefícios adicionais de alimentos funcionais.

O estudo da Mintel mostrou ainda que 43% dos produtos lançados com as palavras “superfood“, “superfruit” ou “supergrain“, em suas embalagens, estavam na categoria de alimentos, entre 2011 e 2015, e 11% faziam parte da categoria de bebidas, três em 10 produtos (30%) foram encontrados no segmento de beleza e cuidados pessoais, enquanto 12% estavam na categoria de saúde e higiene e 4% faziam parte da categoria de itens para animais de estimação. “A popularidade dos produtos ‘super’ é evidente e vimos fabricantes de alimentos e bebidas em nível mundial aproveitando dessa demanda por ingredientes ricos nutricionalmente. Mas as superfoods não são encontradas apenas nos segmentos alimentícios e de bebida, mas também nas categorias de beleza, saúde e higiene e de itens para animais de estimação, como resultado do fato de os consumidores de hoje estarem se tornando muito mais conscientes do que usam ou consomem”, afirma Stephanie Mattucci, analista global de Ciência dos Alimentos, da Mintel.

E não é a toa que o blueberry foi a primeira fruta a receber o título de “super fruta”.

Rico em antioxidantes, ajuda na prevenção do envelhecimento precoce e doenças como câncer e doenças do coração. O blueberry também previne a inflamação que é conhecido por causar doenças relacionadas a idade, como o Alzheimer.

O blueberry é um alimento natural do cérebro e ajuda na reversão da perda de memória e outros sintomas associados a idade.

Além da cenoura, os blueberries também são uma excelente fonte de vitamina A. Eles são conhecidos por prevenir a perda da visão causada pela idade. A Força aérea Britânica, durante a Segunda Guerra Mundial, reivindicou comer blueberries para melhorar a visão noturna e adaptar mais rapidamente a escuridão.

Junto com antocianinas, os blueberries também contêm outros antioxidantes como proantocianidinas, resveratrol, flavonóides e taninos que ajudam a prevenir o crescimento das células cancerosas. Estudos em laboratório afirmam que os blueberries ajudam na prevenção de câncer de colo e câncer no ovário. Eles também afirmam que inibem as chances em mais de 50%.

Uma porção de blueberries pode dar quase 5 vezes mais benefícios do que uma porção de maçã. Uma dieta rica em frutas e vegetais coloridos é uma maneira saudável de controlar o peso, diabetes e prevenir o câncer. Rico em antioxidantes e baixo em calorias, os blueberries são um escolha rica para uma vida mais saudável.

Fonte: Brasil Alimentos


Categorias:

Curiosidades | Diversos | Saúde

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.