Notícias Visão Geral do Mercado Global de Blueberry

Produção nacional dos EUA

O mercado dos EUA acaba de sair da janela de oferta mais curta do ano, já que o Chile está terminando sua temporada e a produção domestica está começando. A colheita da Flórida começou no mês passado e está no seu pico, graças a um inverno suave que gerou boas condições de cultivo. Por outro lado, Geórgia e Carolina do Norte, outros dois importantes produtores de blueberries, sofreram perdas graves devido as geadas que ocorreram em março. Na Geórgia, calcula-se que a produção será entre 60-70% menor. Sua temporada típica começa em 15 de abril e vai até 1o de julho. Na Carolina do Norte também é esperado uma perda entre 50-70%, sendo que sua colheita inicia no meio de maio e vai até 1o de julho. Assim, é esperado uma falta na produção entre 15 de maio e 10 junho.

Temporada chilena bate recordes

A temporada terminou e, embora ainda há algum volume para ser exportado, não terão nenhuma mudança substancial no volume total da temporada 2016-2017, o qual bateu um novo recorde nas exportações, ultrapassando todas as previsões e superando as 100.000 toneladas. O total exportado, até a semana 11, estava por volta de 103.000 toneladas, 13% mais que o total exportado em 2015/16 e 9% mais que o previsto para esta campanha. Este recorde histórico levou a volumes maiores serem embarcados para os mercados asiático e europeu, que aumentaram em 54% e 14%, respectivamente, enquanto que a América do Norte aumentou 7%. Resumindo, 63% do volume da temporada foram destinados aos EUA, 22% a Europa e 12% ao Extremo Oriente.

17abril_visao-global-Chile

 

O volume recorde atingido em 2016-17 se deve a 2 fatores. Primeiro, o alto estoque de blueberries congelados nos EUA, e segundo, a escassez de frutas nos mercados na última etapa da temporada. Assim, a colheita tardia do Chile pode-se concentrar em exportar produtos frescos.

Argentina se concentra em novos mercados

Um dos principais objetivos da Argentina é abrir novos mercados, como a China, onde se espera alcançar este ano. A produção nacional não deixa de evoluir e eles esperam ter uma temporada excelente em 2017.

Peru de olho nos EUA

Segundo o Departamento de Comércio dos EUA, as exportações de blueberry peruano aumentaram 494.5% durante os últimos 5 anos, e o Peru começou a substituir outros países exportadores que antes dominavam o mercado, como os demais países latino americanos e o Canadá, que tem sofrido mais com o auge do Peru.

A produção do México aumenta

Segundo os últimos dados do México, durante o período entre 2005 e 2015, a produção de blueberries alcançou um crescimento médio anual de 53%, passando de 250 toneladas em 2005 para 15.488 toneladas em 2015.

17abril_visao-global-Mexico

Fonte: Fresh Plaza


Categoria:

Internacional

Exibir comentários +

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.